Skip to content

Como ser paciente – 11 pequenos passos para uma grande mudança

Sem paciência, aprenderemos menos na vida. Veremos menos. Nos sentiremos menos. Ouviremos menos. Ironicamente, apressar-se e o mais geralmente significa menos.

Fazendo uma retrospectiva nos artigos mais acessados do blog em 2017, o “8 exercícios para treinar a paciência” ficou em primeiro lugar! (clap clap clap)

Fiquei muito feliz em ver que existe um grande número de pessoas procurando esse assunto e pensando nisso, busquei mais material para trabalharmos essa virtude maravilhosa, porém um tanto difícil para a maioria das pessoas.

Para conhecer os 8 exercícios para treinar a paciência sugeridos por mim, clique aqui e nãesqueça de deixar um comentário ou seguir a página no Facebook e Instagram!

11 pequenas maneiras de ser paciente

Por: Jen do blog “I am happy”

Adote o ritmo da natureza.

A paciência é uma palavra linda que pode ser definida como “a capacidade de aceitar ou tolerar aborrecimento, infortúnio ou dor, sem queixa, perda de temperamento, irritação ou algo parecido”.

Em um mundo digital tão dinâmico, estamos acostumados a ter o que precisamos imediatamente e ao nosso alcance, portanto nossa capacidade de aceitação e tolerância não é destacada com tanta frequência. Assim, quando somos confrontados com uma situação que exige a paciência – esperando na fila, sentada no trânsito -, podemos achar que é extremamente frustrante.

Pode parecer que não há espaço para diminuir a velocidade no mundo de hoje, mas devemos praticá-lo diariamente se quisermos construir um mundo interior pacífico. A natureza do nosso ambiente exige mais paciência e começa com cada um de nós. Não veremos a paz no mundo até que aprendamos a gerar a paz dentro de nós mesmos.

Ao aprender a tornar-se seres humanos mais pacientes, cultivamos relacionamentos mais saudáveis, outros nos vêem de uma forma mais positiva, experimentamos menos estresse e começamos a transformar a chave para uma maior felicidade. 

“Se queremos o desenvolvimento espiritual, a prática da paciência é essencial.”

– Dalai Lama

Se você sente que sua capacidade de paciência diminuiu, lembre-se de que qualquer coisa que valha a pena leva tempo e um esforço real. Na verdade, a sua capacidade de ser paciente não desapareceu; É apenas um potencial inativo, inexplorado. Você é absolutamente capaz de fortalecer sua paz interior ao construir a prática da paciência em suas atividades diárias.

Os seguintes exercícios podem parecer senso comum, mas isso certamente não significa que eles são uma prática comum. A ação transforma as intenções simples em turnos radicais.

1. Reconheça seus sentimentos

Adote o ritmo da natureza.-2

Identifique os sintomas que você está enfrentando, bem como suas possíveis causas. À medida que você percebe sua presença, escreva-as ou, pelo menos, faça uma nota mental delas.

Os sintomas podem se manifestar como:

  • Respiração superficial.
  • Calor no seu peito.
  • Punhos cerrados.
  • Maxilar apertado.
  • Ombros arredondados.
  • Tensão nas mãos, braços, pescoço ou em qualquer outro lugar do corpo.
  • Emoções explosivas sob a forma de gritar, lágrimas, etc.
  • pressa.

2. Conscientemente relaxe os músculos

Adote o ritmo da natureza.-3

Muitas vezes torcemos os nossos músculos involuntariamente quando somos impacientes. Uma vez que você identificou os sintomas de impaciência, você pode voluntariamente deixá-los ir/solta-los.

Execute uma rápida análise corporal para identificar quaisquer áreas que sejam apertadas ou tensas. Toque, massageie ou respire gentilmente em cada parte do seu corpo, dos dedos dos pés até o topo da cabeça.

Imagine a impaciência desaparecendo à medida que sua tensão perde seu controle.

3. Respire fundo

Adote o ritmo da natureza.-4

A respiração é o analista de estresse embutido do corpo. Há uma série de exercícios de respiração que você pode empregar para distanciar-se do estresse da situação em questão.

O método de respiração 4-8 não só ajuda você a adormecer mais fácil, mas te traz de volta para a terra para que você possa agir de um centro de calma, mesmo no meio da tempestade.

4. Use o método SODA.

(Não, não é o refrigerante :P)

Este é um método de alívio do estresse que exige que você pare, observe, separe e desperte para uma visão mais alta para a situação.

Para conhecer o método, clique aqui (em ingles)

5. Repita as afirmações

Adote o ritmo da natureza.-5

Quando você começar a sentir um pouco do caos chegando, sussurre essas palavras para si mesmo e fale com crença genuína. As seguintes afirmações podem mudar a maneira como você olha tudo:

  • “Eu confio na vida”.
  • “Eu escolho amor”.
  • “Estou disposto a mudar de idéia”.
  • “Estou disposto a ver as coisas de maneira diferente”.
  • “Eu escolho o momento presente”.

Se você não pode genuinamente acreditar nessas ou noutras afirmações positivas, experimente variações que a tornem mais credível e apropriada para onde você está.

Por exemplo, você pode dizer “Estou disposto a confiar no processo” ou “Solicito ver as coisas de forma diferente” ou “Estou aprendendo a escolher o amor sempre que puder”.

6. Pratique meditações curtas

Adote o ritmo da natureza.-6

Concentrando-se nas respirações profundas da barriga, onde seu estômago avança com cada inspiração, você pode efetivamente diminuir sua resposta ao estresse.

Imagine que cada inspiração completa mantenha todo seu estresse. Visualize o estresse desaparecendo um pouco mais com cada expiração.

Experimente esta meditação de 16 segundos para principiantes ou a mentalização curta chamada “A paz começa comigo”.

7. Cultive a compaixão

Adote o ritmo da natureza.-7

Se nos percebemos mantendo uma atitude impaciente, podemos mudar nosso olhar para a compaixão.

Podemos nos perguntar: “Como posso ser mais compassivo neste momento?” Ou “Que impacto positivo posso fazer?” Ou “Como posso transformar essa frustração em algo útil para alguém?”

Tornar-se seres mais compassivos nos ajudará a melhorar nossos relacionamentos, diminuir nossos níveis de estresse e nos sentir menos sozinhos no mundo. Estaremos mais inclinados a querer entender os outros em vez de julgá-los, e essa bondade em ação volta ao círculo completo. Nós nos sentiremos melhor.

8. Agradeça

Adote o ritmo da natureza.-8

A pesquisa mostra que a gratidão pode reduzir a impaciência. Ela também abre os olhos para as coisas boas, e as pequenas coisas que de outra forma daríamos por certo.

Talvez esta situação não seja tão estressante como precisa ser: Sempre há algo para agradecer e outra maneira de ver as coisas.

Lembre-se por que você está grato.

9. Lembre-se de sua atividade mental

Adote o ritmo da natureza.-9

A atenção plena, ou consciência de nossos pensamentos neste momento, pode fazer muito bem quando temos um milhão de coisas dançando nas nossas cabeças.

Faça um exame mental do que está acontecendo dentro: o que você está pensando? Por que você está pensando nisso? Esse pensamento está servindo você?

Identificar nossos pensamentos ilumina a natureza agitada da mente e assim nos lembra que somos mais do que nossos padrões de pensamento, com o poder de escolher outros pensamentos mais edificantes e solidários.

Há um valor de desaceleração por dentro, mesmo quando estamos buscando ativamente algo fora.

10. Pratique a espera

Adote o ritmo da natureza.-10

Esperar pode realmente contribuir para a nossa felicidade.

Aprenda a aproveitar a jornada tanto quanto o objetivo final. Sempre que você estiver em uma situação em que você precisa esperar, olhe isso como parte de sua prática de paciência e, assim, transforme a espera em um hábito positivo (mesmo produtivo) em vez de uma situação estressante por si só. Com a prática, a espera não é tão desconfortável ou irritante como já era.

Aqui estão algumas maneiras de pequena escala para fazer isso:

  • Conscientemente, caminhe mais devagar.
  • Mastique seus alimentos lentamente.
  • Entre na linha mais longa na mercearia.
  • Procure uma caminhada longa e silenciosa na natureza.
  • Dedique cinco minutos para se concentrar atentamente em algo na natureza (uma borboleta, as ondas, passando nuvens).
  • Abster-se de olhar para o seu telefone para intervalos de tempo cada vez maiores.

11. Acredite que você deveria estar aqui, fazendo isso

Adote o ritmo da natureza.-11

Veja cada momento de sua vida como uma lição disfarçada nas circunstâncias. Onde você estiver, você deve estar.

É inútil querer viver em outro lugar, por um longo período de tempo, além do aqui e agora.

A falta de paciência não passa de uma falta de controle de impulso.

Adote o ritmo da natureza.-12

Muitas vezes, nossa impaciência decorre de uma raiz que os exercícios acima ajudam a destruir. Às vezes, precisamos de uma maior assistência para superar nossos comportamentos impacientes.

No entanto, entender por que estamos impacientes é o maior passo para reconhecer e transformar as crenças que nos impedem de ser pessoas mais pacíficas.

Eu acredito que isso se resume a uma pergunta simples, a resposta para a qual pode mudar a vida: você é o mestre ou o escravo das suas emoções?

Se você faz uma escolha consciente para ser o mestre de suas emoções, ao sentir o início da impaciência, você pode encontrar um novo conjunto de resultados esperando por você.

Ser o mestre ou o escravo é uma escolha, e é uma escolha que fazemos todos os dias no que diz respeito apenas às emoções, mas às circunstâncias em geral.

Adote o ritmo da natureza.-13

Beijos Transcendentais,

Amina